Warner Games na BGS 2017, sem dúvida o melhor stand de games e ainda trocamos ideia com os produtores de Lego Marvel e Sombras da Guerra! Vem conferir!

20. outubro 2017 16:00 | Texto por Gustavo Crispa

 

Desde a primeira BGS um estande em especial costuma atrair o público graças a sua grande variedade de novidades e opções para jogar, se você já foi em pelo menos uma edição já deduziu de maneira rápida que estou falando da Warner Games, como já é tradição essa gigante dos games trouxe esse ano para a BGS um estupendo acervo de games, os visitantes puderam jogar vários gêneros e games, os destaques foram Fifa 18, Injustice 2, Sombras da Guerra, Marvel Super Heroes 2 e Need for Speed Payback. Pois o estante também tinham jogos da Capcom e da EA na parceria que eles fizeram. Nossa equipe conseguiu testar dois jogos em especial.

 

Voltar a esse incrível mundo de senhor dos anéis sempre é algo épico, e tive a chance de testar “Terra-Média: Sombras da Guerra” o mais novo game de Warner Games e te levar numa incrível jornada dentro de um mundo que já conhecemos bem e com rostos familiares em uma nostálgica junção de gráficos, jogabilidade e desafios variados!Algumas missões mais complexas são à cara do jogo e estão presentes de maneira nem um pouco cansativa, na medida certa e com combinações rápidas, mas fáceis de memorizar.

Em geral o jogo que já está no mercado deve agradar em cheios os fãs mais implicantes e arrisco dizer que possui potencial para atrair à nova geração a conhecer esse incrível universo de Senhor dos Anéis, além de degustar esse jogo eu tive a honra de entrevistar Andy Salisbury, gerente de comunidade e escritor na Monolith Productions, confira ai!

 

Os gamers podiam jogar em primeira mão a sequência  do jogo Terra Média: Sombras de Mordor, todo inspirado no mundo criado por J. R. R. Tolkien. Três anos depois do primeiro jogo, o Terra Média: Sombras da Guerra continua a saga de Talion, o protagonista, que divide o corpo com o elfo Celebrimbor

Talion guardava os portões de entrada das Terras de Mordor  e após perdeu sua família, sai em busca de vingança. Mas no momento de sua morte, uma criatura  se juntou a ele, Celebrimbor e a partir daí os dois vão se ajudando.

 

O primeiro jogo da franquia, Shadows of Mordor, ganhou o prêmio por Melhor Design no BAFTA Video Games Award em 2014 e também o de Melhor Jogo de Ação/Aventura no The Game Award de 2015. 

Grande parte do sucesso vem por causa da inovação do Sistema Nêmesis. Vou explicar: os seus inimigos no jogo, os orcs evoluem  ao longo do jogo. Você pode ter encontrado um orc no começo do jogo que se transforma quase que completamente em um próximo momento que vocês se encontrem. Mesmo que você não faça nada para interferir.Loucura! Os nomes, forças, fraquezas e personalidades dos inimigos são gerados no início da partida e só vão evoluindo. Fica muito mais dinâmico jogar!

O Andy Salisbury, gerente de comunidade e escritor na Monolith Productions, que desenvolveu o jogo,  conversou com a gente do HC NO AR para tirar nossas dúvidas desse lançamento tão esperado. Ele disse que esse jogo em RPG de mundo aberto e em terceira pessoa foi pensado para ser o mais fiel possível ao mundo criado por Tolkien.

A equipe  pesquisou a fundo, consultando até cartas de J.R.R. Tolkien e fazendo várias perguntas aos editores dos livros  para descobrir o que autor achava que era  mais importante.“É um universo tão amado com tantos elementos fundamentais, mas que também amamos, então ter a oportunidade parece, de várias maneira, uma responsabilidade também. Precisamos garantir de sempre dar o valor merecido.” diz Andy Salisbury.

 Ele e a equipe amam a história e tem ótimas lembranças dela de quando eram crianças. O Andy lembra que um dia, quando era criança, faltou na aula, porque estava doente. O pai dele passou o dia lendo A Sociedade do Anel para ele na cama. Acho que isso explica tanto amor e gratidão por trabalhar com Terra Média: Sombras da Guerra

Quem não gosta dos heróis da Marvel? E com Lego? Realmente lego combina magicamente com toda grande franquia, foi assim com Harry Potter e Senhor dos Anéis e já à alguns anos vem de um casamento de sucesso com os personagens da Marvel, testamos Lego Marvel Super Heroes 2, o mais novo capitulo desse casamento! O mais novo game Lego da Warner Games e Marvel traz novamente a receita de sucesso dos games anteriores, diversão, bom humor e uma jogabilidade incrivelmente variada que te permite explorar o mesmo cenário de maneira diferente inúmeras vezes graças a grande galeria de personagens jogáveis!

 

Temos desde grandes devastadores de cenário como o nosso amado Hulk à personagens com um grau de fofura alto, falo do simpático Baby Groot! Existe inúmeros cenários disponíveis e fases que exploram o amplo multiverso da Marvel, nos presenteando com versões diferentes dos mais famosos personagens da Marvel.

Antes que alguém pense eu já quero cortar desde agora, não o game não é infantil! Eu aposto o escudo do capitão que vários marmanjos metidos a gamers terão dificuldade com os divertidos quebra cabeças presente no game, deixo um game totalmente família que se adapta a todo tipo de jogador. Lego Marvel Super Heroes 2 é uma adição incrível a qualquer estante de games, o espaço dele já está guardado em minha estante.

Aproveitando esse sensacional game, tive a oportunidade não apenas de jogar mas de também conversar com James Burgon, integrante da TT Studios que desenvolve títulos AAA de LEGO, com foco no LEGO Marvel Super Heroes 2, confira ai!

HCNOAR: Como é trabalhar com um universo tão amplo, com tantos personagens?

JB:Basicamente, desde o de Lego Marvel Super Heroes 2 nós queríamos explorar a profundidade dos quadrinhos da Marvel, o universo dos filmes, os programas de Tv que estão saindo agora, tem tantos personagens e um vasta variedade de personagens incríveis que podemos trazer pra esse jogo. Então nós exploramos com muita animação, pesquisamos até bem o começo quando os quadrinhos começaram.

JB:Tem personagens que nem eu sabia que existiam que nós descobrimos enquanto desenvolvíamos o jogo e tem tantos assim: Cosmo, um cachorro falante russo que foi levado para o espaço; tem o Lockjaw e o Throg, que é uma versão em forma de sapo do Thor.Tem tantos personagens com que podemos jogar nele jogo.

HCNOAR: Tem algum personagem específico que você gostaria de fazer um game só para ele em lego?

JB:Nós nunca faríamos isso, seria como escolher o seu filho favorito. Existem tantos personagens incríveis no universo da Marvel, nós queremos essa experiência de colaboração, com dois jogadores. Há muitos fatores, nós queremos que todo nível seja novo e empolgante.

JB:Toda vez, especialmente nesse jogo, você vai da Inglaterra medieval até o Egito Antigo, o Velho-Oeste, há várias linhas do tempo que ficam juntas. Há muitos personagens em cada época diferente que podemos colocar na mesa, seria péssimo deixar um personagem de fora.

HCNOAR: Hoje é dia das crianças no Brasil, gostaríamos de saber se você tem uma memória de infância que você lembra quando está nesses eventos?

JB: Minha maior lembrança do mundo dos jogos é Sonic, The Hedgehog 1, na Sega Mega Drive, acho que é o início de tudo. Jogá-lo aos quatro anos de idade até a meia noite para poder derrotar o Dr. Robotnik é o que me fez querer entrar na indústria dos jogos, pra começo de conversa. E eu nunca vou olhar para trás. 

Sem dúvida, a Warner Games junto de vários parceiros, como a Capcom e a E&A, fez de seu estande um dos destaques da BGS esse ano!Os games deles nunca decepcionam e sempre estão cheios de novidades. Então se você quer ficar por dentro de todas essas novidades, já sabe, fica de olho aqui no HCNOAR.

Colaboração e Fotos: Danielle Souza - HCNOAR  Produções e divulgação 

Comentários:
Aguardem novas promoções

novidades em breve

[Veja mais]

NOME
E-MAIL
BANDA
MÚSICA
 
  • 01.   CPM 22 - Perdas

    02.   Nx Zero - Modo Avião

    03.   Scalene - Surreal

    04.   Fly - Cabelo de Algodão

    05.   Tiago Iorc - Dia Especial

    06.   Luan Santana - Escreve aí

    07.   Banda do Mar - Mais Ninguém

    08.   Efelix - Segundo Plano

    09.   Against the Current - Talk

    10.   Supercombo - Piloto Automático

    11.   Scambo - Roda Gigante

    12.   Foo Fighters - Something From Nothing

    13.   Scracho - Divina Comédia

    14.   Versalle - Verde Mansidão

    15.   Mc Biel - Pimenta

    16.   Instinto - Agradeço ao Rock N' Roll

    17.   Paramore - Last Hope

    18.   Violetta - Euforia

    19.   Theodor - Adeus

    20.   Urbana Legion - Tempo Perdido

107HC, HCNOAR, direitos de imagem, audiovisual, idealização são todos reservados para Rede HCNOAR Produções