Review: A Freira chega aos cinemas para assustar e expandir o universo de Invocação do Mal!

5. setembro 2018 12:33 | Texto por Mike Judas

O Diretor James Wan criou um universo cinematográfico compartilhado de terror com "Invocação do Mal", do qual teve uma sequência e se estendeu para dois filmes de "Annabelle", e agora temos "A Freira" todos da nossa parceira maravilhosa a dona Warner Bros BR, carregando uma alta expectativa do público e da crítica. Pois o que se foi estabelecido nesse universo, foram filmes de terror assustadores e de qualidade, com uma história rica, personagens cativantes e uma mitologia muito interessante. 

Valak, a entidade demoníaca que toma a forma de uma freira pavorosa, foi apresentada em grande estilo em "Invocação do Mal 2", numa cena aterrorizante! Depois teve uma ponta em "Annabelle 2". Agora finalmente seu filme solo está entre nós para entendermos melhor a sua origem. E é aqui que as coisas escorregam, pois de todos os filmes desse universo, achei esse foi o menos cuidado apesar de seu incrível potencial. o medo e as cenas de ação não são tem bem construídos quanto nos outros filmes, o que é um fator muito importante. Os personagens ficam um tanto deslocados, e o roteiro, mesmo com todas a possibilidades que esse filme oferece, não as explora a fundo, o tornando comum.

Talvez o diretor Corin Hardy, pensou que o visual assustador e marcante de Valak fosse o suficiente para causar medo, mas ele esqueceu que esses filmes vão além do medo visual, é um medo construído gradualmente junto de todos os outros elementos do filmes para contar uma história. E acho que esse foi o único problema: uma falta de harmonia entre roteiro e design visual. Taissa Farmiga (irmã de Vera Farmiga, que interpreta Lorraine Warren nos filmes da franquia) é uma noviça convocada junto de Padre Burke (Demián Bichir), para ir até a Romênia investigar o suicídio de uma freira. Chegando lá eles encontram Frenchie (Jonas Bloquet), um rapaz aleatório, que os ajuda na missão. A partir daí tudo começa a ficar assustador, e quanto mais se descobre sobre o convento, mais perigoso ele fica. Infelizmente o roteiro falha em alguns momentos, e exagera em algumas piadas, mas se recupera até o final.

Não estou dizendo que o filme é ruim. É que dentro do escopo desse universo criado pela Warner e James Wan, é esperado novidade e criatividade, e comparando com os outros filmes da franquia, esse realmente fica um pouco para trás. Mas isso também não quer dizer que não vai assustar muita gente e ser um grande sucesso, pelo contrário, acredito que o público vai ficar satisfeito com o resultado, vai render bastante em bilheteria, e até espero o anuncio de uma continuação. Todos queremos mais desse universo que ainda é muito promissor, e A Freira já vale a pena só por nos contextualizar melhor dentro dele. Confira em nosso insta como foi a pré nessa segunda com os influenciadores que convidamos e toda a ambientação que foi de arrepiar - aqui

A Freira estreia dia 6 de Setembro nos cinemas brasileiros.

Comentários:
Aguardem novas promoções

novidades em breve

[Veja mais]

NOME
E-MAIL
BANDA
MÚSICA
 
  • 01.   CPM 22 - Perdas

    02.   Nx Zero - Modo Avião

    03.   Scalene - Surreal

    04.   Fly - Cabelo de Algodão

    05.   Tiago Iorc - Dia Especial

    06.   Luan Santana - Escreve aí

    07.   Banda do Mar - Mais Ninguém

    08.   Efelix - Segundo Plano

    09.   Against the Current - Talk

    10.   Supercombo - Piloto Automático

    11.   Scambo - Roda Gigante

    12.   Foo Fighters - Something From Nothing

    13.   Scracho - Divina Comédia

    14.   Versalle - Verde Mansidão

    15.   Mc Biel - Pimenta

    16.   Instinto - Agradeço ao Rock N' Roll

    17.   Paramore - Last Hope

    18.   Violetta - Euforia

    19.   Theodor - Adeus

    20.   Urbana Legion - Tempo Perdido

107HC, HCNOAR, direitos de imagem, audiovisual, idealização são todos reservados para Rede HCNOAR Produções