Respostas para o Amanhã - Samsung : Programa traz projetos revolucionários feito por estudantes da Amérlica Latina; Confira!

4. novembro 2019 12:19 | Texto por Giovani Casolari

Na última sexta-feira eu estive em um evento muito da hora da Samsung, o Solve for Tomorrow, onde alguns alunos de escolas públicas da America Latina decidiram resolver os problemas de suas comunidades Com o objetivo de melhorar a qualidade de vida em suas comunidades. Os jovens de Argentina, México, Colômbia, Peru, Chile, Paraguai, Uruguai e, é claro, do Brasil se propuseram a criar projetos que tragam essa melhoria. Criado em 2010 o projeto chegou na America Latina em 2014 e já impactou mais de 200 mil estudantes. Só na edição deste ano, mais de 21 mil alunos participaram da seleção.

"Conseguimos ter mais escolas participantes na America Latina, em comparação com 2018, além de um aumento de 13% de projetos inscritos,e, à medida que o programa alcança mais escolas da rede pública, esperamos que as boas práticas identificadas em cada país possam inspirar novas metodologias de ensino a todas redes escolares, promovendo um ciclo virtuoso de melhorias na educação." comenta Helvio Kanamaru, gerente sênior da Samsung America Latina.

Neste ano o projeto Respostas para o Amanhã contou com 7 vencedores, dentre eles, ideias como uma bengala eletrônica para deficientes visuais, ou um sistema de monitoramento da qualidade da água de um lago, ou então um biofilme para queimaduras extraído das folhas da goiaba. Estes são apenas alguns dos ganhadores do projeto, e para facilitar, vou falar de cada um e de qual país a ideia partiu:

Argentina - Isi ta matche - A verdadeira energia: A ideia do grupo argentino é de gerar energia para um projeto cultural. A região em que eles moram é predominantemente dominada pela cultura Wichi, e a ideia é gerar essa energia para manter o projeto de manutenção dessa língua e de seus costumes. Para isso, eles se utilizam das fontes mais abundantes no local, a força eólica e solar, e o protótipo precisa de muito menos combustível para funcionar do que um gerador comum, esse é o principal destaque do projeto argentino.

Brasil - Desenvolvimento de biofilme a partir de folhas de goiaba: O nosso Brasa foi representado pelos alunos de Cascavel, no Ceará. Os estudantes da escola EEMTI Marconi Coelho Reis, trouxeram a ideia de transformar as folhas da goiabeira em um biofilme, ou uma matriz polimérica biodegradável se quiser falar difícil, para auxiliar as pessoas com queimaduras ou lesões na pele. A ideia do grupo é tentar salvar as mais de 1 milhão de vitimas de queimaduras todos os anos no Brasil.

Falamos com Dhiego José, de 17 anos foi um dos alunos que apresentou o projeto e comentou sobre os momentos vividos "A experiência pra mim foi maravilhosa, tivemos muito intercâmbio cultural com todos os países, fizemos amizades, descobrimos novas coisas e percebemos as semelhanças e diferenças entre as culturas, agradeço muito a Samsung por essa experiência" completou o aluno.

A professora Heloína Lopes de 34 anos também comentou sobre a diferença que a campanha fez na sua vida "Foi uma experiência única, vai ficar marcada na minha profissão, essa diversidade de países, conhecer outras pessoas e que bom que encontramos as respostas, e que essas respostas sejam para um amanhã melhor" finaliza a professora.

Alunos de Cascavel, no Ceará representando o Brasil. 

Colômbia - "Democilador": O grupo colombiano pensou em uma maneira de preservar a balsa branca, uma árvore nativa do país e em risco de extinção. Essa árvore é muito utilizada na preparação de rapadura no país e no resto do mundo, a ideia do grupo é promover a sustentabilidade da indústria através de técnicas ecologicamente corretas, bacana!.

A aluna Catarina, de 16 anos, nos disse pra gente o que ela sentiu do projeto "Ele mudou minha vida, aprendi a confiar mais em mim mesma e acreditar que eu mesma posso fazer a diferença, e levo para a Colômbia a visão de que temos que sempre tentar buscar soluções para os problemas que nos aparecem".

México - CAAR.B: O único grupo representando a America do Norte trouxe um protótipo de um pequeno veículo controlado à distância para tratar dos buracos nas ruasas ruas. A ideia é o carrinho realizar a mistura dos pavimentos e ainda aplicar o produto exatamente dentro dos buracos, barateando o custo da manutenção. A ideia que seria apenas para o México poderia ser usado em outros países com problemas parecidos, você conhece algum país que tenha buracos nas ruas? Eu conheço um bem de perto, não é Brasil?!.

O professor Raúl Rodriguez de 41 anos, todo orgulhoso dos seus alunos,  nos falou sobre o projeto "A melhor parte foi ver o reconhecimento dos trabalho dos jovens e ver o apoio para que suas ideias sejam transformadas em realidade" comentou o maestro.

Chile - Sistema de Monitoramento da Qualidade da Água do Lago: Um dos projetos que mais achei interessante deste ano foi o do grupo chileno. Como no Chile existem diversos rios em estado critico, principalmente na região sul do país, os alunos de Los Ríos (nome da cidade um tanto quanto sugestivo rs) criaram uma bóia com um monitor flutuante que se utiliza de internet e sinais de rádio para transmitir as informações dos lagos em tempo real, como temperatura, pH e condutividade elétrica e possui uma placa de captação de energia solar, o que permite autonomia para funcionar. Isso serviria para facilitar a manutenção destes rios, pois ficaria mais fácil de saber quando este precisaria de cuidados, muito daora!

Alunos do Chile apresentando a bóia de monitoramento de água.

Panamá - Um doce propósito: O grupo panamenho trouxe um projeto que busca a conservação das abelhas em locais seguros para evitar a extinção destes insetos que são primordiais para os seres humanos, pois realizam a polimerização das flores e são responsáveis pelo equilíbrio ecológico. Se você está pensando que as abelhas não são importantes, fique sabendo que, segundo estudo, os humanos viveriam apenas quatro anos sem elas. Os alunos criaram um sistema com 3 componentes, um robô autônomo, um braço mecânico e uma colmeia. A ideia é que o robô fique responsável pelo sistema que fornecerá alimento para a colmeia em todos os meses do ano, e o braço mecânico será utilizado para derramar um xarope como complemento alimentar no inverno, quando há pouca abundância de pólen, tudo isso para dar mais segurança para os apicultores e mais qualidade de vida para as abelhas.

Peru - Bengala Eletrônica para cegos: Outra ideia maravilhosa veio do Peru, os alunos de lá desenvolveram uma bengala assistiva para deficientes visuais, se utilizando de sensores ultrassônicos e vibradores de celular para alertar o usuário sobre algum obstaculo próximo. Além disso, o equipamento dos alunos peruanos possui uma pequena luz no meio da bengala o que facilitaria para que as outras pessoas enxergassem o cego e buscassem uma maneira de assistir o deficiente visual.

O programa criado pela Samsung pensa em como resolver os problemas que estão próximos, mas ao mesmo tempo estas soluções podem servir para outra sociedade, ou até mesmo outro país. O principal ponto a se levar desse evento pode ser o pensamento de que "por que eu mesmo não vou lá e resolvo?", a ideia de pró-atividade levada ao pé da letra, muito bacana.

 

Fotos feitas no Note10+ da Samsung com ultrawide.

Comentários:
Aguardem novas promoções

novidades em breve

[Veja mais]

NOME
E-MAIL
BANDA
MÚSICA
 
  • 01.   CPM 22 - Perdas

    02.   Nx Zero - Modo Avião

    03.   Scalene - Surreal

    04.   Fly - Cabelo de Algodão

    05.   Tiago Iorc - Dia Especial

    06.   Luan Santana - Escreve aí

    07.   Banda do Mar - Mais Ninguém

    08.   Efelix - Segundo Plano

    09.   Against the Current - Talk

    10.   Supercombo - Piloto Automático

    11.   Scambo - Roda Gigante

    12.   Foo Fighters - Something From Nothing

    13.   Scracho - Divina Comédia

    14.   Versalle - Verde Mansidão

    15.   Mc Biel - Pimenta

    16.   Instinto - Agradeço ao Rock N' Roll

    17.   Paramore - Last Hope

    18.   Violetta - Euforia

    19.   Theodor - Adeus

    20.   Urbana Legion - Tempo Perdido

107HC, HCNOAR, direitos de imagem, audiovisual, idealização são todos reservados para Rede HCNOAR Produções