O que achei: Convenção das Bruxas, chega com tudo que um bom remake tem que ter. Se liga!

23. novembro 2020 01:16 | Texto por Ricardo Nobrega

O filme Convenção das Bruxas (remake de 1990) da nossa parceira Warner Bros , chegou às telonas no dia 19 de novembro, um pouquinho antes, participamos de uma mini mini pré no Shopping Eldorado, e tivemos a oportunidade de convidar para a sessão alguns parceiros como os influenciadores Zabetta Macarini, Thata Maya, Lanai Sá e Lucas Nascimento e os atores Renan Cuisse, Henrique Camargo e Giovanna Charelli. Que seguiu todas as normas de segurança para COVID19 como medição da temperatura, uso do álcool gel obrigatório e assentos higienizados e isolado em 2 e 3 lugares de demais presentes.

Inspirado no livro do escritor Roald Dahl. A mais nova produção dirigida pelo diretor vencedor do Oscar Robert Zemeckis, e estrelada pelas vencedoras do Oscar Anne Hathaway e Octavia Spencer, com grande elenco, apresenta uma aventura de fantasia ambientada na década de 1960, no Alabama, nos Estados Unidos, e não na Europa, como na obra literária. O ajuste do relógio para a década de 1960 também foi uma adaptação da nova produção. Que preciso dizer que arrasaram do começo ao fim.

Sobre o filme : Reimaginando a adorada história de Dahl para uma audiência moderna, o filme visualmente inovador de Zemeckis conta a história sombria, divertida e comovente de um jovem órfão (Bruno) que, no final de 1967, vai morar com sua adorável avó (Spencer) na cidade rural de Demopolis, no Alabama. Quando a dupla encontra algumas bruxas ilusoriamente glamorosas, mas completamente diabólicas, a avó sabiamente leva nosso jovem herói para um exuberante resort à beira-mar. Lamentavelmente, eles chegam ao local exatamente ao mesmo tempo em que a Grande Rainha Bruxa (Hathaway) reúne suas colegas de todo o planeta - disfarçadas - para realizar seus planos nefastos.

O filme é incrível, achei que entregou a leveza de algumas cenas que o humor pede e Anne Hathaway (rainha das Bruxas), que teve um papel que te remete sim, a icônica Anjelica Huston fez na primeira versão de 1990. 

Os efeitos etão perfeitos na transformação das crianças em ratos, e que me lembrou primieiro um slime roxo e super massa que a galera infantil pira. Aliás eu senti tudo que vivi antigamente aquele sorrisso com friozinho na barriga com o leve terror que provamente uma criança vai achar um pouco mais pesado, talve nõ como a gente , pois  criança da geração youtube tem mais acesso a cultura audiovisual e seus gêneros. 

No filme, as mãos e os pés das bruxas são representadas de uma maneira diferente do livro original: elas não têm todos os dedos. Retratá-las dessa forma fez lembrar a ectrodactilia, uma má formação congênita, e isso gerou revolta e pedidos de boicote na internet. Onde as atrizes e a Warner já se desculparam. Porém ainda é um filme para a família, só de ter aquela vó incrível, feita pela Octavia Lenora Spencer (ainda a vejo como Deus também do filme "A Cabana"), você não consegue ver maldade nenhuma no texto ou na produção. 

Ficou tudo impecável nessa produção, podendo viajar diretamente para a década de 60, o designer de produção abraçou o estilo antebellum da arquitetura, um amálgama do estilo europeu e clássico particular desta região do Sul norte-americano, do qual as grandes mansões e casas de fazenda pré-Guerra da Secessão são um marco. Freeman aproveitou a escala e grandeza do estilo, particularmente sedutoras para ele nos elementos do design, porque elas lhe deram a oportunidade de construir cenários em grandes proporções. No estúdio de Leavesden, a equipe construiu a cidade rural do Alabama, Demopolis, onde a Vovó recebe o Garoto Herói para morar com ela.

Confira o trailer:

Colaboração: Thais Coronaro

Comentários:
Aguardem novas promoções

novidades em breve

[Veja mais]

NOME
E-MAIL
BANDA
MÚSICA
 
  • 01.   CPM 22 - Perdas

    02.   Nx Zero - Modo Avião

    03.   Scalene - Surreal

    04.   Fly - Cabelo de Algodão

    05.   Tiago Iorc - Dia Especial

    06.   Luan Santana - Escreve aí

    07.   Banda do Mar - Mais Ninguém

    08.   Efelix - Segundo Plano

    09.   Against the Current - Talk

    10.   Supercombo - Piloto Automático

    11.   Scambo - Roda Gigante

    12.   Foo Fighters - Something From Nothing

    13.   Scracho - Divina Comédia

    14.   Versalle - Verde Mansidão

    15.   Mc Biel - Pimenta

    16.   Instinto - Agradeço ao Rock N' Roll

    17.   Paramore - Last Hope

    18.   Violetta - Euforia

    19.   Theodor - Adeus

    20.   Urbana Legion - Tempo Perdido

107HC, HCNOAR, direitos de imagem, audiovisual, idealização são todos reservados para Rede HCNOAR Produções